terça-feira, 28 de junho de 2016

‘Cinderella, O Musical’ lota o Teatro Bradesco Rio


Foi concorrida a apresentação para convidados de ‘Cinderella, O Musical’, ontem (27), no Teatro Bradesco Rio. Produzido por Renata Borges e seus sócios Douglas e Raphaela Carvalho, da Fábula Entretenimento, o espetáculo já foi assistido por mais de 90 mil pessoas na capital paulista.


No palco, Totia Meireles tem roubado a cena como a diabólica madrasta que faz de tudo para impedir que Cinderella se case com o príncipe.


O musical, que fica em cartaz até o dia 4 de setembro, tem direção de Charles Möeller, versão brasileira de Cláudio Botelho Bianca Tadini no papel-título.


A noite de estreia teve um mega coquetel, servido antes, no intervalo e depois do espetáculo, com comidinhas do chef Christiano Ramalho. Entre várias delícias e remetendo ao tema do musical, fez o maior sucesso a sopinha de abóbora com gorgonzola. Até a madrasta má elogiou.
O detalhe da noite: a produtora Renata Borges usava seu próprio sapatinho de cristal, um lindíssimo e exclusivo Jimmy Choo. Sapato de sonho, que pode ser visto aí na foto.

Fonte: Anna Ramalho

Nossa Estrela Totia Meireles no Programa Sem Censura de hoje



A atriz Totia Meireles participa do program falando do musical "Cinderella", no qual a protagonista quer ser mais do que a mocinha apaixonada: ela vai à procura do herdeiro para falar sobre a situação deplorável dos pobres do reino e pedir ajuda.

Não percam hoje a partir das 17:30hs na Canal TV Brasil

Fonte: TV BRASIL

segunda-feira, 27 de junho de 2016

IRB Brasil RE patrocina “Cinderella, o Musical”, agora no Rio de Janeiro


Sucesso em São Paulo, espetáculo fica em cartaz na capital carioca até setembro

O IRB Brasil RE, empresa líder em resseguros no Brasil, patrocina o espetáculo Cinderella, o Musical, uma adaptação da aclamada atração da Broadway, com canções compostas pela dupla Richard Rodgers e Oscar Hammerstein, representantes da era de ouro dos grandes musicais americanos. A montagem desembarcacou no Rio de Janeiro no dia 24 de junho para uma temporada no Teatro Bradesco, onde fica até setembro.
“O IRB se orgulha em apoiar eventos que estimulem a cultura no Brasil. Vamos continuar colaborando para que grandes peças como esta ganhem mais espaço”, conta Daniele Sibucs, gerente de Comunicação e Marketing da resseguradora. O IRB tem se firmado como incentivador do acesso à cultura e, somente entre 2015 e 2016, já apoiou mais de 30 ações de cultura e esporte, com investimentos de mais de R$ 20 milhões, em sua maioria via leis de incentivo.
Para a versão brasileira de Cinderella, são utilizados recursos tecnológicos de última geração nos efeitos visuais e de iluminação, encantando ainda mais o público, além de uma orquestra de 16 músicos na execução das canções. A direção é da consagrada dupla Charles Möeller e Claudio Botelho, com grandes nomes no elenco, como Totia Meireles, que vive a madrasta. A clássica história da gata borralheira que se transforma em princesa é representada por 24 atores.
Cinderella, o Musical
Data: 24 de junho a 4 de setembro
Local: Teatro Bradesco – Av. das Américas, 3900 – Barra da Tijuca (Shopping Village Mall)
Horários: Sextas, 21h / Sábados,16h e 20h / Domingos,16h

A Cinderela empoderada do musical de Müller e Botelho

Dupla lança nova versão do conto de fadas, com heroína que luta por democracia

RIO — Sapatinho de cristal, vestido azul, uma abóbora que se transforma em carruagem. Todos os ícones estão presentes em “Cinderella”, musical de Rodgers & Hammerstein que estreou na sexta-feira no Teatro Bradesco. Mas quem espera ver apenas uma representação da princesa dos contos de fada será surpreendido. A versão dirigida pela dupla Charles Möeller e Claudio Botelho conta com o texto de Douglas Carter Beane, que reescreveu a história para a Broadway em 2013 e aproximou a personagem de novas heroínas de filmes infantis, como Valente, Mulan e Elza.
— A princesa é uma condição muito medieval da garota. Ela tem que estar à espera do príncipe no cavalo branco, tem que ser a mais bonita. Mas ser a mais bonita não enobrece ou dá caráter. O sapato de cristal e o vestido são apenas um passaporte para ela entrar no baile e dizer para o príncipe que o povo está sofrendo e que precisa ser ouvido — conta Möeller.
Empolgado por emendar espetáculos de alguns de seus ídolos do teatro musical — o trabalho anterior foi “Kiss me, Kate: o beijo da megera”, de Cole Porter —, o diretor revela que há “cinco ou seis” autores que são irrecusáveis, caso do de “Cinderella’’. Durante 39 dias, Möeller viveu e respirou a montagem, morando no hotel localizado no mesmo prédio do Teatro Alfa, em São Paulo, onde o musical cumpriu temporada até 5 de junho.

HARPISTA E TRILHA COM VALSAS
O que se vê em palco carioca é uma produção grandiosa, com uma orquestra de 16 músicos (incluindo uma harpista) e efeitos em 3D que fazem, por exemplo, com que o príncipe Topher derrote um enorme ogro em sua primeira cena.
— A gente realizou do jeito que queria, sem fazer concessões — diz o diretor, que também ressalta a qualidade das canções de Richard Rodgers e Oscar Hammerstein II: — Fazer “Cinderella”, que é sobre o badalar do tempo, com valsas, é muito sofisticado. É ótimo expor as crianças a esse tipo de canção, à sonoridade dessas valsas tão bem tocadas.

Totia Meireles, em sua quinta parceria com Möeller e Botelho, se diverte como a fútil (e elegante) madrasta, construída com inspiração nas vilãs da Disney e impulsionada pelos figurinos (“os mais bonitos”).

— Já passou a minha fase de princesa. Então, já que não posso ser a princesa, vou ser a má — brinca a atriz.

Para a atriz Bianca Tadelli, que vive a protagonista, a mudança no perfil de Cinderela foi bem-vinda:

— É um exemplo bom para as meninas. Mostra que você pode ser doce e frágil em alguns momentos, mas ser forte e correr atrás de seus ideais. E pode até ter uma fada madrinha, mas precisa fazer alguma coisa, em vez de ficar esperando acontecer.

O príncipe, por sua vez, continua sendo encantado. Porém, sua principal batalha é bem mais atual: descobrir que tipo de pessoa (e rei) quer ser.

— Não é o príncipe que salva a princesa: os dois se salvam de suas angústias quando se encontram — ressalta o ator Bruno Narchi, intérprete de Topher.



Compre seus ingressos AQUI

‘Cinderella’ no Rio, até meia-noite


Cinderella ou Cinderello que se preze sai de cena à meia-noite, no máximo. Antes de o pano cair e o calendário virar — ou antes de o táxi (ou o ônibus) se transformar em abóbora —, é preciso deixar a farra sem fazer alvoroço, no sapatinho. A superprodução musical sobre a bela do conto de fadas, provamos que é possível se divertir antes que o feitiço termine. Há vantagens em não adentrar a madrugada na rua. Até mesmo madrastas apontam isso. É verdade...
— Gosto muito da manhã e da noite, mas também adoro dormir (risos). Então, quando consigo acordar sem sono, é uma maravilha! Para isso, é preciso deitar cedo... — sugere Totia Meireles, intérprete da vilã de Cinderella, no espetáculo dirigido por Charles Möeller e Claudio Botelho: — Geralmente, vou ao teatro e saio para jantar. Ou então é casa de amigos! A madrasta da vida real é mais quietinha.
Na programação pré-meia-noite, vale tudo, mas não apenas jantares em restaurantes da cidade. Em alguns casos, antes mesmo das 23h, já há gente com as pernas cansadas de tanto dançar em festinhas e shows animados. Todas as sextas, em frente ao Teatro Rival, a animação começa cedo. Melhor assim... O dia fica mais longo.


‘Cinderella’
Texto: Claudio Botelho. Direção: Charles Möeller e Claudio Botelho. Com Bianca Tadini, Totia Meireles e outros. No musical da Broadway que ganha uma versão brasileira, a protagonista do clássico infantil divide com o príncipe sua reflexão sobre justiça social e igualdade. Teatro Bradesco: Village Mall. Av. das Américas 3.900, Barra — 3431-0100. Sex, às 21h. Sáb, às 16h e às 20h. Dom, às 16h. De R$ 50 (frisas, balcão nobre e camarotes 1 e 2) a R$ 150 (plateia baixa). 120 minutos. Livre.

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Nossa Estrela Totia Meireles se aproxima dos 60 com corpo em forma: 'Não tenho celulite na perna'

Nos bastidores do 'Encontro', atriz diz que ainda se sente com o espírito de menina


Aos 57 anos, Totia Meireles desfila um corpo em forma e – pausa para a inveja das inimigas – pernas sem celulites! Nos bastidores do Encontro, a atriz conta que para manter as medidas é preciso muita disciplina e aulas de balé desde os 6 anos. Ela não abre mão do regime nem dos exercícios aeróbicos na academia, mas confessa que a genética também ajuda. "Sou bailarina e por isso tenho uma memória muscular muito forte. Para manter o corpo, tem que fechar a boca, malhar e fazer muito aeróbico. Não tenho celulite na perna e isso é meu, nasci assim. Mas tento não deixar cair", diz.


Apesar de seguir uma alimentação equilibrada, Totia dá as suas escorregadas. Afinal, ninguém é de ferro. Quando ela vai a uma festa de aniversário, é impossível resistir ao: "Bolo. Amo bolo! Porém, descobri recentemente que tenho certa intolerância ao glúten. Tinha muitas dores na articulação e dor de cabeça que pararam quando tirei a farinha branca. Mas o açúcar não consigo tirar".
Feliz e com um corpo de dar inveja, Totia Meireles não está aflita com a chegada dos 60. E, realmente, não há motivos para preocupação. Ela explica: "A gente vai envelhecendo, mas não se sente nessa idade. Não fomos criados com a mentalidade de que 60 anos ainda é jovem. A gente acha que já é velho, mas a gente se sente jovem, o espírito é jovem. O pior é isso. Pensar e estar nesse espírito de achar que é uma menina, mas não é mais. A ficha vai caindo aos poucos".

Segunda vilã
Totia está em cartaz no teatro com o musical infantil 'A Cinderella'. Ela vive a madrasta da gata borralheira e interpreta a personagem com uma pegada de humor, mas sem tirar o ar ardiloso do papel. A atriz vive sua segunda vilã - Wanda de Salve Jorge foi a primeira – e está adorando ver a reação das crianças quando ela entra em cena . "No teatro, a reação é imediata ainda mais com criança. Às vezes, fico com pudor de fazer tanta maldade. Teve uma cena em que empurrei a Cinderella e uma criança chorou. Aquilo me cortou o coração, é mais doloroso. Elas gritam: 'sua bruxa má', 'Falsa', tem horas que dá vontade de rir", detalha a atriz, que gostaria de trabalhar com Fernanda Montenegro: "Contracenar com Fernanda Montenegro seria um sonho, isso é até meio óbvio de falar".

Fonte: GSHOW

É HOJE ESTRÉIA CIDERELLA NO RIO


Estreia hoje no Teatro Bradesco do Rio de Janeiro às 21hs
Shopping VillageMall - Avenida das Américas, 3900 - Barra da Tijuca
Rio de Janeiro - RJ

Adquira seus ingressos AQUI

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Encontro com Nossa Estrela Totia Meireles

Totia comenta sobre a polêmica da onça
abatida após revezamento da tocha olímpica






Totia Meireles vive a madrasta má no musical 'Cinderela'





Totia curti o som da Cidade Negra






Totia comenta sobre as dificuldades dos professores darem aula nos dias de hoje





Totia fala sobre atenção ao dirigir









Fotos: